Porto Maravilha

Porto Maravilha dará nova dinâmica à região portuária

Durante muitos anos relegada a segundo plano, a região portuária do Rio de Janeiro está prestes a se transformar.

Lançado em 2010, o Projeto Porto Maravilha, em regime de parceria público-privada, pretende revitalizar toda a Zona Portuária da cidade, transformando-a em um pólo turístico e de investimento para empresários de diversos setores. A primeira fase envolve basicamente obras de requalificação urbanística, segundo tendência de grandes capitais ao redor do mundo, que reformularam sua região portuária. Exemplo de sucesso são Puerto Madero, em Buenos Aires, Port Vell, em Barcelona, Oriente, em Lisboa, entre outras.

O projeto prevê uma série de melhorias para o entorno do porto, como investimentos em iluminação pública, recuperação de patrimônios culturais, pavimentação, calçamento, drenagem e plantio de árvores. Entre as obras já em andamento, está a nova alça de acesso rodoviário às Docas, via que pretende desafogar o trânsito na Avenida Brasil ao desviar o acesso de caminhões de carga com destino ao terminal. A demolição da alça de subida do Viaduto da Perimetral também está prevista para a primeira fase do projeto, bem como a reurbanização do histórico Morro da Conceição, marco da ocupação da cidade no século XVI.

Os bairros da Saúde, Gamboa e Santo Cristo também serão beneficiados com obras e melhorias. O Píer Mauá, porta de entrada dos turistas que chegam à cidade a bordo de transatlânticos, também trará modificações em suas instalações, que vão do armazém 1 ao 4. O espaço também abrigará o Museu do Amanhã, em projeto do renomado arquiteto espanhol Santiago Calatrava, criando uma espécie de circuito de museus que, em linha reta, começará no MAM, passará pelo Museus de Belas Artes, CCBB e Museu de Arte do Rio (MAR), conferindo ao Rio status internacional.

Imaculada Bar e Restaurante